6 de janeiro de 2014

Ele.

há quem acredite n'Ele, há quem não. há quem, como eu, tenha passado a acreditar depois de sofrer. incrível como Ele chega nas horas mais escuras, quando a esperança aparenta ter desaparecido sem volta. quando as lágrimas já são tantas Ele chega, implanta a esperança no nosso coração, mostras-nos que nunca é o fim, o fim nunca há-de chegar, haverá sempre mais qualquer coisa, nem que seja somente Ele. acredito no seu amor, nos seus braços quentes e mãos amigas que carregam o meu coração, que me consolam, que me acariciam o cabelo como se eu tivesse 5 anos, cá dentro sinto-o a chegar com o seu milagre, o milagre do amor. 
e não tenho medo de passar por tola por aqueles que não crêm, eu creio e sou feliz por isso, e rezo por essas mesmas pessoas que ainda não encontraram o caminho para o verdadeiro amor, para a paz. deposito n'Ele toda a minha alma, a minha vida, se ela tiver de ser um martirio eu aguentarei feliz por contar com Ele, se ela for de felicidade aguentarei com a mesma felicidade e tentarei transmitir aos demais o mesmo. porque todos devemos acreditar.
os milagres, esses acontecem... quando acreditamos. 


Sem comentários: