6 de novembro de 2012



E eu, finalmente, deixei de ter pena de mim por estar sem ti e comecei a ter pena de ti por estares sem mim. Coitado.



Sem comentários: