8 de outubro de 2010

Parabéns maninha. Já estás com 14 anos, ainda bem me lembro do dia em que nasceste e eu fui-te ver. Desejei sempre até ao fim que fosses uma menina, e assim foi, não queria por nada ter um irmão. Queria uma irmã para brincar e fazer tudo, e assim foi, nasceste tu e não poderia ter sido melhor os anos ao teu lado. As nossas brincadeiras, que ainda hoje fazemos. Eu tenho 19 mas contigo brinco como se tivesse 14, como tu. Já és uma pequena mulher, e muitas vezes surpreendes-me com as tuas palavras tão sábias, espero que continues assim dessa forma, sem teres medo de demonstrar os sentimentos. Sei que talvez não seja o aniversário perfeito para ti por causa do pai, ele está longe mas de certo que ele também se lembra do teu aniversário e recorda com carinho e amor o dia em que nasceste, a primeira vez que ele te pegou e a primeira vez que disseste "pai". A tua primeira asneira, que sinceramente não me lembro qual foi, no meio de tantas que fizeste. Sempre foste o terror da família, porque fazias e continuas a fazer tantas asneiras. Já sofreste muito para apenas 14 anos de vida, e nunca pediste a ajuda a ninguém, sempre levaste a tua vida para a frente como uma pequenina adulta. Tenho orgulho de tudo o que fizeste e fazes, e continua sempre a seguir os teus sonhos. Espero que consigas alcançar o teu maior objectivo, sei qual é e tu também sabes por isso não é preciso mencionar, só te digo que tens tudo para conseguir. Muitos Parabéns. Amo-te.