14 de agosto de 2010

tudo o que (não) te peço.


sabes bem que este depoimento é dedicado a ti, é escrito por tua causa, culpo-te e zango-me porque me obrigas a escrever isto e estas palavras que eu não quero nada escrever. fujo do teclado como o diabo foge de qualquer santidade! talvez o que mais doa é o facto de eu sempre ter pensado que nunca me levarias a fazer isto, a nossa vivência embora com um passado siamês, era distinta. vivias a tua vida e eu eu a minha, sabíamos que a outra existia, mas não eram precisas palavras diárias até porque às vezes o silêncio ajuda nas relações, constrói estradas de ferro e sem buracos, porque depois desses silêncios costumam vir grandes palavras que fazem com que tudo valha a pena. de ti eu sempre ou quase sempre recebi isso. num passado nada distante tu abandonaste-me, deste-me insegurança e fizeste-me pensar se o que eu fazia era certo ou errado, por tua culpa eu meti na corda bamba coisas que julgava certas. são estes pequenos testes que nos fazem conhecer as pessoas na realidade. foi esta mudança que me fez relembrar sorrisos inocentes, risos contagiantes, mãos dadas, brincadeiras compartilhadas e uma imensidão de momentos que hoje me passam como flash's. mas a vida nunca pára, e muito menos a nossa interminável corrida! decidiste criar as tuas fantasias e tentaste controlar as coisas como se fosses uma espécie de cavaleiro que segura firmemente as rédeas de algo, eu não sabia era que esse algo era eu. quando fizeste isso tudo conseguiste algo que poucos conseguem, criar um buraco entre nós tão imenso que parece que vivemos em planetas diferentes, quando na realidade as nossas vidas são irmãs.

4 comentários:

T. disse...

Que bonito este teu texto >.<

Adoro essa música da Alicia Keys, e a letra é bonita :)

T. disse...

Não tens que agradecer :)
Ohhh obrigada, também hei de vasculhar o teu para ver mais :p
Tens toda razão, muitas vezes a vida leva-nos a esquecer destas coisas :|
beijinhos *

vera disse...

muito obrigada .. brevemente tenho mais, serão oito dias ;s
vou ter atenção ao teu blog , à primeira vista pareceu-me interesante (:

vera disse...

gostei, gostei do blog em si . gosto da forma de veres, de sentires e de escreveres.