28 de agosto de 2010

distúrbios do coração.

será que estou louca ou só estupidamente apaixonada, mas é tão bom amar e ser-se correspondido não é? é tão bom ouvir 'amo-te', é tão bom receber beijinhos e abraçinhos, e carinhos e afins. é tão bom! é tão bom olhar-se para alguém e ver-se através dos seus olhos na sua alma, é tão bom rir-se de vontade com essa pessoa, partilhar uma vida com alguém que nos ama. tocar-mos em alguém que nos ama, deitar-mo-nos com essa pessoa e saber-se que de manhã ela vai estar ali, ser-se acordado por ela é ainda melhor. faz-me logo perder a má disposição que costumava ter pela manhã. faz-me logo ficar feliz apesar dos problemas. ele resolve todos os problemas só por existir. faz-me ficar tão feliz, faz-me ficar com aquele sorriso estúpido, dar gargalhadas e saltitar pela casa e deixar todos a pensar que temos algum distúrbio mental. porque o amor é para sentir, e não para entender. sempre tive relações descartáveis, ás quais eu não dava tudo e agora é tão bom poder dar tudo sem querer nada em volta. é tão bom viver duas vidas e um só querer. tenho tanto a agradecer que nem sei por onde começar, basicamente e o maior dos agradecimentos é agradecer por ele existir. se ele não existisse eu não sei onde iria encontrar tanta felicidade. sonhei tantas vezes com ele sem lhe ver a cara, e chamei-o do meu príncipe anónimo. finalmente chegaste, e eu já posso chamar por ti, Pedro. 

4 comentários:

Cátia disse...

Gostei do teu blog :D vou passar a visitar mais vezes! vou seguir

Cátia disse...

e Obrigado :D

- Gabrielaa L. disse...

Gostei do texto e do teu blog, estu a seguir-te.

Em relaçao ao meu post...
Obrigada minha querida e ainda bem que gostas-te de ler o meu espaço de reflexão. Beijinho

RuteRita disse...

Tão lindoo (: