24 de agosto de 2010

#29 LETTER TO THE PERSON THAT YOU WANT TELL EVERTHING TO, BUT TOO AFRAID TO

(não vou nomear nomes,mas isto vem mesmo a calhar porque há uma pessoa a quem eu queria dizer mesmo tudo e não sou capaz!)


- não sei qual é a tua. mas um dia pode ser que eu perceba, eu quero perceber. mas não hoje, estou demasiado magoada e chateada com a tua atitude. como é que podes me julgar dessa maneira? como é que pudeste dirigir-me aquelas palavras? não imaginas o que eu chorei por tua causa, não imaginas a dor que me causaste, o abandono que me fizeste sentir. fizeste-me sentir num mundo aparte, fizeste-me sentir tão mal, um peixe fora de água, como se eu fosse a pessoa mais errada do universo. fiquei tão perdida sem ti. como é que pudeste ser tão injusta comigo? quando eu só segui o meu coração e a minha vontade. não te abandonei nem deixei de gostar de ti, e mesmo depois de tudo eu continuo a gostar de ti. era impossível não gostar de ti, parece que quando penso em ti só me vem à cabeça as palavras cruéis que me disseste. sabes porque é que nunca te disse nada? porque um dos teus grandes defeitos é não quereres ouvir ninguém e achares que és a dona da razão, só tu é que a tens do teu lado, só tu é que estás sempre certa, tu é que sabes tudo e todos tem que seguir as tuas regras e coordenadas. pois bem, espero que um dia tu mudes, sem que seja preciso alguém gritar-te aos ouvidos que não, que tens estado mais errada do que todos, porque se isso acontecer eu nem quero estar perto para assistir, porque vai-te doer. e ai vais ter que construir um mundo novo. não és de ferro, mas queres transparecer que sim, que ninguém te passa por cima, pois olha, ninguém está a tentar fazer-te isso por isso pára de estar à defensiva. isto não é nenhum campo de batalha e tu não podes passar por cima de todos, só porque te apetece. ás vezes sinto raiva de ti, porque queria que tudo fosse melhor, não quero esta imensidão entre nós, adoro-te, e sei que me adoras, porque não o demonstras? será o teu orgulho maior que tudo? um dia talvez pegue nesta carta e ta envie, talvez um dia tenha coragem para te enfrentar, mesmo sabendo que não me irás responder e se o fizeres irá ser da pior forma, quero ter a coragem que preciso mas o medo apodera-se de mim e sinto-me suficientemente fraca para não o fazer. mesmo que isto não te atinja de forma alguma só me resta dizer que me magoaste, magoaste-me mais do que alguém alguma vez o fez. 

2 comentários:

Lú Feliz ; disse...

Amei o teu blog :o
- sim e verdade, mas também é verdade que não dá :c
segui*

joanaa disse...

ooh que amor. fico muito feliz por gostares. :)
bem, acho que também te vou seguir.* :b