26 de agosto de 2010

#15 LETTER TO THE PERSON YOU MISS THE MOST

Pai, és sem dúvida a pessoa de quem mais saudades tenho, aquela que mais falta me faz. não há dia que não me lembre de ti, não há dia que não chore por ti, nem sempre essas lágrimas são visíveis mas por dentro elas correm como um rio no seu auge. és tão importante para mim, sempre foste e parece que ficaste a ser mais depois de nos termos separado. no meu entender os filhos têm que estar sempre juntos aos pais, e para ti eu sei que continuo a ser a tua pequenina, a tua fotocópia como todos diziam. entre nós os dois existem qualquer coisa que não existe contigo e com as minhas irmãs, todos os traços físicos e psicológicos que trago comigo foram-me dados através de ti, eu carrego-te em mim todos os dias, como se tu fosses a minha impressão digital e eu a tua. mas nós somos muito mais do que isso, somos mais que um carimbo, nós somos o coração e a mente um do outro, tu fazes parte do meu coração de uma forma tão presente que nem parece que estás tão longe, eu estou nos Açores e tu estás em França, mas olhando bem para as coisas isso não faz assim tanta diferença, porque tu estás sempre aqui junto a mim, coladinho o tempo todo, no meu lado esquerdo, aquele de que ninguém te pode arrancar. podia estar aqui a enviar culpas a pessoas que possam ter contribuído para o teu afastamento da minha vida mas isso não te iria trazer de volta, isso não melhora em nada. foi a vida que te levou, e acredito que há um intuito no meio disto tudo. sabes uma coisa, toda a gente pergunta por ti, és uma pessoa muito importante não só para mim mas para todos, conquistas-te todos e nem precisaste fazer nada, todos me perguntam por ti, perguntam se estás bem e como vai a tua vida, e apesar de me doer ter que dizer mais uma vez que estás longe fico feliz porque se lembram de ti. não foste esquecido, iria doer muito mais se eu desse conta de que uns anos depois já ninguém se lembrasse do Teixeira. fico também imensamente feliz quando me chamam 'a filha do Teixeira', é um orgulho pai, é um orgulho ser tua filha. é um orgulho ter um pai como tu, és um orgulho. és único e vales tudo, vales a minha razão de viver. o homem da minha vida és tu, e há-des sempre ser. amo-te tanto, agora só queria que me telefonasses para eu te poder dizê-lo, não precisavas de dizer nada, só queria recordar-te que eu estou aqui sempre a pensar em ti, que estás em tudo o que faço. cada vez que faço algo de bom só queria que pudesses estar aqui para me veres a triunfar e quando faço algo de mal, apesar de sentir que te desiludo, queria que estivesses aqui para me ralhar. queria-te poder abraçar e dizer de novo a palavra 'pai' para ti, queria não estar agora em lágrimas, ou que estivesses aqui para secá-las. quero tanto estar contigo de novo, tenho tantas saudades pai. sei que sempre que me ligas e eu desato a chorar tu sentes-te mal e  culpado, e desculpa por te fazer sentir isso. mas as minhas saudades chegaram a um ponto que não dá mais para aguentar, és uma parte de mim e eu sou uma parte de ti.
eu sou tu e tu és eu, juntos somos nós. para sempre pai e filha não só de sangue mas também de coração. 

3 comentários:

Mel disse...

lindissimo, querida. Tão sentido tão verdadeiro e cheio de amor.

JoanaLuz disse...

bigadaa lindinha:D

eheheh


n tens k agadecer...e semp seguirei o teu:P


lindo o teu blog:D

Danii disse...

Oh, obrigada minha linda! É tão bom saber que achas isso $:
E tu não pares de escrever dessa maneira! +.+