28 de junho de 2010

me, myself and i


ás vezes é melhor estar-se sozinho. fechar as portas e as janelas e tapar todas as ranhuras por onde possam entrar alguma claridade, ás vezes é bom estar-se sozinho, sentado consigo mesmo, no escuro para clarear as ideias. esquecer os outros e lembrar apenas de nós próprios, ser-se egoísta ao ponto de não querer saber, não querer saber de quem sofre lá fora, porque para nós essa dor chega o suficiente para nos encher a cabeça! ás vezes à mesmo que sofrer calado para que ninguém saiba e assim guardar a nossa dor como um segredo só nosso, outras à que gritar, à que espernear e fazer uma tempestade num copo d'água. dar um passeio de mãos dadas com nós mesmo, molhar os pés nas praias banhadas pelas nossas lágrimas e correr nos socalcos do nosso coração. sermos os nossos melhores amigos por uns míseros segundos, sentar-mo-nos no nosso próprio colo e abraçar-mo-nos a nós mesmos tendo uma conversa silenciosa, mas sentido que foi a maior conversa que alguma vez tivemos. são nesses momentos que podemos nos conhecer verdadeiramente, que podemos ler o nosso verdadeiro eu. sair desse quarto e saber cantar-nos de trás p'ra frente e da frente p'ra trás. uma canção que nunca mais vamos esquecer. ás vezes é mesmo melhor fechar-mo-nos a 7 chaves, trancar tudo cá dentro e todos lá fora porque depois dessa estadia com nós próprios vamos ser capazes de enfrentar de novo a luz do sol.

2 comentários:

aPat disse...

Mais um belo texto.. :O
Ei.. Sou tua fã #1 :P

Anónimo disse...

Gosto bastante da sensibilidade que tens para com a escrita.. Neste blog pude ler reflexôes lindissimas de uma pessoa que passa para palvras a sua vida<3