26 de abril de 2010

apagar(-te)

Se fosses como um interruptor não haveriam dificuldades em fechar-te, e em deixar de te ver todos os dias nas minhas lembranças. Se os sentimentos fossem como interruptores era tão mas tão facil, expulsá-los de dentro de nós. Porque realmente os amores são como lâmpadas, um dia acabam por se esgotar...
Os seres humanos, na realidade, são interruptores.

Sem comentários: